No que concerne aos cuidados regulares, contam-se as vacinações anuais, de prevenção contra a gripe equina e o tétano, que deverão ser administradas pelo médico-veterinário. Em simultâneo, o animal deve ser desparasitado internamente (2 vezes por ano) por via oral e externamente para evitar as infeções de pulgas e carraças (4 a 5 vezes por ano).

Um outro cuidado regular, e que se aplica sobretudo aos animais de mais idade, é a inspeção anual aos dentes, que deverá ser realizada pelo médico-veterinário, e da qual podem resultar tratamentos dentários, tais como limar as pontas, as extrações ou corte de extremidades, entre outros. Nalguns casos (burros idosos ou animais com problemas odontológicos) chegam a ser necessárias mais intervenções por ano.

No âmbito dos cuidados pontuais, aos primeiros sinais de doença, o médico-veterinário deve ser chamado sem demora. A título de exemplo, destacam-se as dermatites, normalmente sazonais, e que ocorrem com maior frequência nas mudanças de estação (Inverno/Primavera ou Verão/Outono), as pneumonias, mais frequentes no Inverno, e as cólicas que podem acontecer durante todo o ano (podem ter várias causas, mas as mais comuns derivam de mudanças bruscas na alimentação).